Carmen On Ice

Em italiano a palavra ópera significa “obra musical, trabalho”. A ópera é um gênero de música teatral em que uma ação cênica é harmonicamente cantada ou encenada e acompanhada de instrumentos musicais. As apresentações são, geralmente, feitas em teatros, acompanhadas por uma orquestra.

Através da música e da linguagem corporal, podemos compreender toda a história que nos é contada.

Carmen é uma ópera em quatro atos do compositor francês Georges Bizet, com libreto de Henri Meilhac e Ludovic Halévy, baseado na novela homônima de Prosper Mérimée. Estreou em 1875, no Opéra-Comique de Paris.

Essa ópera fala de homens e mulheres atormentados pela paixão. Retrata não o amor, mas a paixão descontrolada. Suas angústias, ciúmes, iras, insensatez e loucura.

A história se passa em Sevilha, Espanha, séc XIX.

Carmen é uma cigana que trabalha numa fábrica de cigarros. Sua beleza e sexualidade seduz os homens  e deixa as outras mulheres com ciúmes e inveja. 

A princípio, o cabo Don José não presta atenção em Carmen, que tudo faz para chamar-lhe a atenção, e logo, ele se torna profundamente apaixonado e obcecado por ela, a ponto de perder seu lugar na guarda e se juntar a um bando de contrabandistas, amigos da bela cigana.

Mas certo dia, Carmen se depara com um clamoroso toureiro e abandona Don José. Então, o pobre homem é tomado por um acesso de ira e ciúme.



Carmen: Katarina Witt
Don José: Brian Boitano
Escamillo: Brian Orser

Primeiro Ato
Praça em Sevilha, de um lado a fábrica de cigarros e de outro o quartel dos Dragões de Alcalá. Ao meio-dia há a troca de guardas e as operárias saem da fábrica. Entre elas está Carmen, uma cigana sensual, desejada por todos. Micaela está à espera de Don José, um cabo da corporação, trazendo uma carta de sua mãe que deseja vê-lo. Em seguida, tendo voltado ao trabalho, as operárias fazem um grande tumulto e saem pedindo ajuda ao tenente dos Dragões, o oficial Zuniga, que ordena a Don José que veja na fábrica a causa da confusão. Este retorna trazendo Carmen, que é presa por ferir uma colega numa briga. Carmen seduz Don José, que a solta e é preso por isso.

Segundo Ato
É noite na taberna de Lillas Pastia, onde Carmen, suas amigas, operárias, soldados e homens do povo se divertem. O bar está inflamado pela música, bebida e a atmosfera noturna quando é anunciada a chegada de Escamillo, um toureiro de Granada, que passa pela cidade para as touradas. As mulheres encantam-se com ele, inclusive Carmen, que espera Don José. Após a saída de todos, os contrabandistas pedem a ajuda de Carmen e suas amigas para fazer entrar a próxima carga na cidade. Don José aparece e é convidado por Carmen a unir-se ao grupo. Ele reluta, mas após duelar com Zuniga, que voltara ao bar à procura de Carmen, sem escapatória, vê-se obrigado a desertar e a se unir aos contrabandistas.

Terceiro Ato
Nas montanhas próximas de Sevilha, os contrabandistas, homens e mulheres se reúnem para entrar com o contrabando na cidade. Don José está arrependido e Carmen já não o suporta mais. Mercedes e Frasquita lêem a sorte nas cartas e só vêem futuro promissor. Carmen faz o mesmo e vê a sua morte. Don José fica de vigília quando aparece Escamillo, que diz estar tendo um caso com Carmen. Lutam e Carmen impede que Don José mate Escamillo. Micaela, que fora à montanha procurar Don José, lhe entrega uma carta de sua mãe, que está doente e quer vê-lo antes de morrer. Don José parte ameaçando Carmen e prometendo vê-la mais tarde.

Quarto Ato
Ruas de Sevilha, próximo à Praça de Touros. É dia de corridas. Vendedores e o povo se misturam com a chegada dos toureiros. Entram o grande Escamillo e Carmen, como sua nova namorada. Todos dirigem-se à Praça de Touros, menos Carmen, que é avisada por suas amigas de que Don José está ali e que é um perigo para ela. Carmen, sem temer nada, enfrenta Don José dizendo que não o ama mais e se desfaz do anel que ganhara dele. Após este ato de desprezo, Don José mata a cigana e chora sobre seu corpo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...