Aquecimento Global

Aquecimento global é o processo de aumento da temperatura média dos oceanos e do ar perto da superfície da Terra causado pelas emissões humanas de gases do efeito estufa, amplificado por respostas naturais a esta perturbação inicial, em efeitos que se auto reforçam em realimentação positiva.

O planeta está mais quente, década após década. No entanto, não existem pesquisas definitivas sobre os reais danos no longo prazo estabelecidos pela relação entre aquecimento global e aumento de emissões, que na verdade, podemos interpretar como poluentes lançados deliberadamente no ar.

Se a ação humana não é a única, seu impacto é inegável. Danos graves ao habitat e as consequências negativas se comprovam nos mais variados aspectos, seja na alarmante redução da biodiversidade, exploração desmedida de recursos naturais e na geração poluentes a níveis inaceitáveis para um sociedade que se diz civilizada.

Neste vídeo podemos ver as Catástrofes Climáticas e mudanças que estão ocorrendo, rapidamente, no clima mundial, e algumas mudanças que nós, humanos, podemos fazer para contribuir para amenizar esse grande problema. Reduzir a emissão de gazes poluentes para a atmosfera utilizando filtros nas chaminés das fábricas; não poluir os lençóis de água com adubos químicos e herbicidas, tratar nosso esgoto antes de ser lançado aos rios; promover energias alternativas como a eólica e solar; coleta seletiva e reaproveitamento do lixo.





O aquecimento global é responsável por cerca de 150 mil mortes a cada ano em todo o mundo. Nunca se viu mudanças tão rápidas e com efeitos devastadores como tem ocorrido nos últimos anos.

Em 2014, a Terra atingiu seu ponto mais quente em 135 anos, segundo Relatório sobre o Estado da Temperatura de 2014, que examina eventos climáticos no mundo.

O aumento de temperatura afetou profundamente os oceanos, e o nível do mar foi o mais alto já registrado.

Segundo cientistas que colaboraram com o relatório, os oceanos são os principais indicadores do aquecimento global, pois absorvem grande parte do calor e do dióxido de carbono emitidos pela queima de combustíveis fósseis.

Mesmo que os níveis de poluição e emissão de gases diminuíssem, o mar continuaria a esquentar durante séculos.

O leste da América do Norte foi a única região do mundo em que as temperaturas ficaram abaixo da média mundial.

O relatório foi feito com o trabalho de 413 cientistas de 58 países e foi publicado, na íntegra, no Boletim da Sociedade Meteorológica Americana.

Se todos nós passarmos a ter uma atitude diferente, poderemos contribuir para a construção de um mundo melhor.
Fonte: Web e Revista Mergulho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...