Papillon (1973)





 Filme Dirigido por Franklin J. Schaffner, que tem como atores principais Steve McQueen e Dustin Hoffman.

 Foi lançado em 7 de janeiro de 1974, com duração de 150 minutos.
Baseado no livro autobiográfico de Henri Charrière, apelidado de Papillon - borboleta em francês – pela tatuagem que trazia no peito.

Na década de 30, Papillon (Steve McQueen) é acusado de assassinato e mandado para cumprir prisão perpétua na Guiana Francesa. Durante a viagem de navio a caminho da colônia penal, conhece Loius Dega (Dustin Hoffman), o mais conhecido falsificador de toda a França, que tem sua vida em risco por ser rico e estar levando parte de sua fortuna. Os dois fazem um pacto: Papillon promete protegê-lo se ele, com algum do dinheiro que possui, o ajudar a fugir da prisão.
As regras da prisão são claras: Qualquer um que tentar fugir ganhará como punição dois anos de solitária. Isso não é o bastante para assustar Papillon, que vai tentar fugir de qualquer maneira.



Este filme é considerado um grande Clássico do cinema, e conta com a interpretação fenomenal de Steve McQueen e Dustin Hoffman.
Muitos criticam o tempo do filme, mas o que vejo, é um processo de integração dos espectadores com os personagens.
Há um mergulho na história que nos faz entender os martírios dos protagonistas, seus sonhos e seus medos, o isolamento, o calor úmido e pesado.
Sem contar a caracterização dos protagonistas acompanhando as transformações físicas e mentais que aquela prisão lhes provoca. Podemos presenciar o nascimento de uma amizade sincera a partir de interesses mútuos.
Até que ponto um homem pode sofrer física e mentalmente, a fim de proteger seu amigo... Sem dúvidas, é um filme marcante, e vale a pena ser assistido.

 Foi nomeado para o Oscar de Melhor Música Original de Jerry Goldsmith, e Steve McQueen para melhor interprete no Globo de Ouro.

Existem controvérsias sobre a veracidade da história e a respeito do verdadeiro escritor, mas nada pode ser provado até o presente momento.

Se você não viu, não deixe de assistir. É simplesmente fantástico!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...