Gone with the Wind - E O Vento Levou


Gone with the Wind (1939), no Brasil, "E o Vento Levou", é considerado o maior clássico de Hollywood de todos os tempos.

Gone with the wind (Tara’s Theme)

  video 


Gone with the wind (trailer)

video


Em sua primeira parte, o filme mostra uma visão idealizada da sociedade branca do velho sul dos Estados Unidos. Os senhores de escravos são mostrados como protetores benevolentes, e a causa confederada como nobre defesa da terra natal e de um modo de vida.




Existia uma terra de cavalheiros e campos de algodão chamada "O Velho Sul". Neste mundo bonito, galanteria era a última palavra. Foi o último lugar que se viu cavalheiros e damas refinadas, senhores e escravos. Procure-a apenas em livros, pois hoje não é mais que um sonho. Uma civilização que o vento levou!”


Na segunda parte do filme, após a derrota do Sul na Guerra Civil, é mostrado os ex-escravos, juntos com os nortistas, (os ianques), explorando os endividados fazendeiros sulistas.

Conta a saga de Scarlett O'Hara (Vivien Leigh), filha de um imigrante irlandês que se tornou um rico fazendeiro do sul dos Estados Unidos, seus amores e desilusões durante a Guerra Civil Americana. Recheado de conflitos de emoções e o romance como tema – não necessariamente por uma outra pessoa, e sim por uma causa, lugar ou qualquer outra coisa que se refira sentimentalmente ao personagem.


Scarlett começa o filme como uma jovem mimada e atrevida que vive na fazenda dos pais. Ela acha a vida em Tara monótona, mas seu pai diz que “Tara” é uma herança inestimável, pois só a terra é um bem que dura para sempre. É uma personagem bastante complicada, de ideais fortes, egoísta e determinada a passar por cima de todos para conseguir defender a sua terra.

Seu modo de lutar, sua força de vontade para trazer o bem para as pessoas que a rodeiam, sem nunca deixar de pensar na sua própria felicidade fazem de Scarlet uma personagem complexa e bastante profunda.
Ela é apaixonada por Ashley Wilkes (Leslie Howard), filho do fazendeiro vizinho, mas este se casa com Melanie Hamilton (Olivia de Havilland). Furiosa Scarlett se casa com Charles Hamilton (Rand Brooks), irmão de Ashley só para fazer ciúmes. Após os casamentos, Ashley e Charles partem para a Guerra, que havia acabado de ser declarada. Charles morre e Scarlett vai para a cidade de Atlanta para viver com Melanie e aguardar a volta de Ashley, e acaba por servir ao Sul, como enfermeira, ajudando a cuidar dos feridos da chamada Guerra de Secessão (Guerra Civil Americana), e vê de perto os dramas da guerra, a fome, a miséria.


Ao voltar para a fazenda dos pais, Scarlett encontra sua mãe morta, seu pai louco e toda a fortuna destruída. Diante desta situação ela faz de tudo para não deixar que tomem a sua querida "Tara".

Desiludida e disposta a tudo para reerguer suas terras, envolve-se com o charmoso Rhett Butler (Clark Gable), um vivido aventureiro que passa por sua vida, em uma relação de amor e ódio, e se casa com ele por interesse.


Na cena do primeiro beijo, enquanto ambos fogem da cidade incendiada (uma das mais famosas da história), é que o amor entre os dois cresce de forma quase que inaceitável por parte dos personagens, que aos poucos vão se rendendo e passando a se ajudar não só por uma questão de sobrevivência ao meio, mas por amor. O casamento é conturbado e o casal tem uma filha, Bonnie, que morre tragicamente. Pouco depois, Melanie adoece e morre. Ao ver a desolação de Ashley pela morte da esposa e Rhett indo embora, Scarlett faz uma importante descoberta: seu amor por Rhett.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...